Fantástico e arrebatamento em A Viagem de Chihiro

Autores

  • Olivânia Maria Lima Rocha Universidade Federal do Piaui
  • Rychelly Lopes dos Santos Universidade Federal do Piaui

Palavras-chave:

chihiro, anime, fantástico

Resumo

Esse artigo é fruto de uma confluência de estudos que envolvem áreas como: a história, o cinema e a literatura fantástica. Tendo em mente essas três áreas, elegemos como objeto de estudo a animação A Viagem de Chihiro (2001). A personagem principal é uma menina que está chateada com a mudança de sua família para outra localidade. Nessa mudança algo inesperado acontece: o pai da menina pega uma estrada não mapeada e se depara com um túnel. Do outro lado do túnel há uma cidade em que não tem ninguém de dia, mas à noite os habitantes aparecem. Ao atravessar esse túnel é que se inicia a verdadeira jornada de Chihiro rumo ao mundo diferente. Na análise desse trabalho observa-se como se dão as relações do fantástico na animação pela presença do sobrenatural, inversões de papeis, conflitos entre urbano e rural, tradição e moderno, individualismo e coletivismo entre outros arquétipos que podem definir a sociedade.

Downloads

Publicado

2018-06-30

Edição

Seção

Volume 5, número 1